HIIT

Vamos falar sobre o treinamento intervalado de alta intensidade ou HIIT ( High Intensity Interval Training). Mas antes de começar a explicação desse treino, é bom enfatizar que para qualquer treino ter bons resultados, é importante que você tenha um acompanhamento de profissionais capacitados.

Um médico que através de uma boa anamnese avalie suas condições físicas para praticar tal atividade, um Educador físico capacitado para orientar a pratica de maneira segura e eficaz e um Nutricionista, porque afinal, para obter bons resultados estéticos e para saúde, alimentação saudável e atividade física caminham juntas. É cientificamente comprovado que esse treinamento queima gordura mais rápido em menor tempo, vamos ver porque. Em 1994 foi feito uma pesquisa onde os jovens que praticavam o HIIT em 15 semanas perderam muito mais gordura do que aqueles que realizaram o aeróbico continuo ( intensidade media e longa duração). Isso porque o HIIT acelera o metabolismo, aumenta a freqüência cardíaca e portanto o consumo de oxigênio.

Pois favorece o Afterburn ou ECOP (consumo aumentado de oxigênio pós exercício) ou seja, você queimará mais calorias mesmo depois de horas do término do treino. Quando você treina intenso, o corpo demora várias horas para voltar ao seu estado normal. Durante esse tempo o metabolismo continua acelerado e com isso mais calorias são gastas durante o resto do seu dia. Esse consumo excessivo aumenta o gasto calórico que pode gerar um gasto de 15% acima do normal, que resulta em diminuição do percentual de gordura.

Então, trata-se de exercícios anaeróbicos (alta intensidade com curta duração) onde você intercala alta intensidade de 15, 20 ou 30 segundos (com seu esforço máximo), esse tempo dependerá do condicionamento físico do praticante, depois descansa com baixa intensidade por uns 60 segundos, esse tempo poderá ser mais curto conforme o praticante for ficando mais condicionado. Não existe uma zona alvo para o HIIT, converse com seu professor para avaliar o melhor planejamento de treino para você. Essa variação de tempo deverá ser adequada ao nível do praticante. Pode ser feito na bike, corrida, transport, corda, na musculação, com ou sem aparelho.

O tempo de treinoé em média: 30 minutos, isso mesmo, esse tempo já é o suficiente. Agora não tem mais desculpas por falta de tempo ou pela monotonia dos longos aeróbicos. Lembrando que iniciantes devem começar com intervalos menores, respeitando seus limites, com cautela, para evitar lesões, até aumentar a resistência e ir aumentado os intervalos e o tempo. Começar com 15 minutos e aumentar o tempo gradativamente é mais prudente. O HIIT também pode ser feito na musculação como o fisioculturista Mike Mentzer aprimorou essa técnica que Arthur Jones desenvolveu.

Então existem muitas variações entre os defensores do HIIT, mas sempre com um ponto em comum. O princípio de todos são: exercícios de alta intensidade e curto tempo de duração. E estudos mostram que quanto mais forte você treina (intensidade) maior será a resposta adaptativa.

No caso de exercícios aeróbicos prolongados o corpo começa a quebrar proteína muscular para gerar energia, e portanto, utiliza o músculo como fonte primaria. E é isso oque devemos evitar, pois corpo com mais músculos queima mais energia. Exercícios aeróbicos prolongados (acima de 60 minutos) faz com que o corpo libere o hormônio Cortisol, que é responsável pelo catabolismo (desgaste muscular), e aumenta a quantidade de radicais livres no corpo, que são responsáveis pelo envelhecimento, baixa imunidade, entre outros. E isso não acontece com o HIIT. Exercícios de longa duração são excelentes para trabalhar a resistência cardiovascular, mas estamos falando aqui sobre a melhor forma de perder gordura corporal.

Algumas Vantagens do treino HIIT em relação ao treino aeróbico continuo.

1- Maior queima de gordura corporal

2- Treino mais rápido, ou seja menos monótono

3- Aumento do metabolismo em descanso após o HIIT, ou seja, durante as 24 horas após o treino o corpo continua queimando mais calorias que o aeróbico constante.

4- Além de preservar mais a musculatura, ainda ajuda a promover o ganho de massa muscular.

5 -Melhora a potência muscular

6- É rápido, por isso não se torna maçante.

7- Comparado ao treino de longa duração, não há aumento de radicais livres e liberação do hormônio Cortisol.

Todos esses tópicos foram estudos que disseram, eu pesquiso, me mantenho informada e passo isso para vocês. Até que outro estudo/ pesquisa prove ao contrário, estamos investindo no que está comprovado.
Pesquise mais sobre o HIIT, pergunte a seu professor.
E bom treino.




MAIS Artigos

Saiba o que comer antes e depois da academia

Quanto tempo precisam os músculos de descansar entre os treinos de musculação?

Os principais erros cometidos pelos corredores

Atividade Física no Inverno